quinta-feira, 2 de outubro de 2008

"Grito" de Um Ser Tão Normal Como Você

(Ellen Degeneres e Portia Rossi)

(Elton John e David Furnish)


Rss…
Como começar algo, quando na minha mente tudo está andando a mil à hora, as ideias, as vontades e tudo mais, rss….
Pois é!!!
Bem que tal começar assim!!!
Outro dia escutei tamanha loucura quando fui tomar o meu cafezinho, coisa que para mim é quase que “sagrado”, pois nada como um bom café para começar o dia (sim, admito, sou um autentico viciado em café, e daí?, pronto admito rss…), bem, mas continuando, estava eu tomando o meu delicioso café numa mesa e saboreando aquele néctar dos deuses quando a meu lado numa mesa estavam 3 pessoas duas senhoras e um homem numa amena cavaqueira, até aí nada demais senão fosse o assunto a homosexualidade, o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a adopção de crianças pelas mesmas.
Como sabem este assunto, entre muitos outros, tais como o racismo, toca-me e muito, pois faço parte desse grupo de seres normais, afinal nada como ser sempre aquilo que se é onde quer que se esteja, desde que não se dê bandeira (isto a meu ver, claro, pois cada um é livre de pensar o que quiser e fazer o que quer desde que nunca prejudique outrem), mas como estava eu dizendo, falavam desse assunto, não sei o principio da conversa, pois quando me sentei sossegado na minha mesinha já aqueles dito cujos estavam ali, mas o que escutei nossa, foram coisas do outro mundo, e quando falo do outro mundo, digo coisas inadmissíveis para os nossos dias, pleno século XXI, na qual a mentalidade já deveria estar mais aberta, pois se para a maldade ela (mentalidade) está, porque não para algo tão simples, tão natural como dois mais dois serem quatro, mas não, infelismente a nossa sociedade continua produzindo seres abomináveis dessa estirpe, gente sem o mínimo de capacidade para entender que faça chuva ou faça sol, nada deixará de existir somente porque não desejam, mas é assim em todo mundo (infelismente).
Mas estando eu bem sossegado saboreando meu delicioso café quando a certa altura ouço uma das senhoras dizer e porque não?, são pessoas como nós com direitos iguais (delirei, claro), mas logo veio o comentário idiota, iguais ponto e virgula, são gente doente, precisam é de ser internados, tratados (aí quase pulei no pescoço do homem, mas aguentei, claro), a outra senhora já mais comedida respondia, não acho que sejam doentes, são pessoas diferentes, mas não posso aceitar que casem, nem adoptem filhos, isso é que é inconcebível (aiiiiiiiiii meu sangue fervilhava, mas continuei quieto), entretanto e claro o café já tinha acabado e resolvi ler um pouco o jornal somente para poder ver até onde ia aquela conversa (afinal estava interessado em saber, mesmo que isso me causasse vómitos), a primeira senhora que vos falei aqui, respondeu, não acho, acho que se têm direito a viver juntos porque não casarem, e se quando se trata de duas mulheres elas fazem inseminação para terem filhos, porque não adoptá-los quando são homens?, (adorei a resposta, mas…), quando o homem respondeu ambas estão doidas, então desde quando isso é natural?, bem o viverem juntos já estão então que se fiquem por aí, agora casar?, ter filhos?, que aberração, que dirão os outros a essas crianças, que pensarão essas crianças com dois pais, ou duas mães?
Grgrgrgrggr quase pulei da cadeira directo no pescoço dessas criaturas, mas sosseguei o meu ímpeto, afinal a conversa não era comigo, mas naquele momento lembrei de coisas que já tinha ouvido, outras lido, e sabendo eu que muitos dos meus conhecidos pensam de alguma forma assim, que pessoas do mesmo sexo não têm os mesmo direitos no casamento e na adopção levantei-me e fui embora, de tão enojado que estava, não quis ouvir mais algo que só me faria mal ao estômago.
Por isso hoje aqui estou falando no meu Perfil sobre este assunto, a homosexualidade não é uma doença, e sim algo que já nasce com a pessoa, ela não escolhe isto ou aquilo, afinal será que você escolheu ser heterosexual?, NÃO, claro que não você nasceu assim, não escolheu, você é doente por causa disso? NÃO, é um ser igual a mim e a tantos outros!, Você tem direitos?, claro que sim, tal como eu.
Então se você tem direitos e obrigações, e eu também, qual a diferença?, no sexo?, na cor?, na idade?, no amor?
Claro que não existem no amor, nem no sexo, nem na cor, nem na idade das pessoas diferenças para viverem e serem felizes
Agora, surgem alguns comentários ou pensamentos vossos, bem mas eu acho que sim, as pessoas devem viver a suas vidas, devem poder casar entre o mesmo sexo, mas adoptar crianças?, isso não, então o que aconteceria a essas crianças?, elas seriam maltratadas pelos outros, ou até poderiam se tornar homosexuais também, ou isto ou aquilo, etc e tal
Pois fiquem descansados aqueles que assim pensam, pois como já disse e está mais do que provado e certificado, não é uma doença, não propaga, não se alastra, não mata nem esfola, não tira pedaço, nem passa de pais para filhos, pois se assim fosse como seria eu homosexual se meus pais são heterosexuais?, ou mesmo você que está lendo isto, como é que você é o que é se os seus pais não o são, ou será que são?, sim porque existem muitos casais que aparentam uma coisa e são outra devido à sociedade podre em que se vive, muitos casam, tem filhos e são homosexuais, ou lésbicas, ou até bi –sexuais, e não neguem, pois todos sabemos que sim, que isso existe.
Então se não pega, se não é doença, se têm de ter os mesmos deveres, obrigações como todos os outros, porque não ter os mesmos direitos?
Porque será também que muitos também pensam que uma mulher tem mais capacidades de criar uma criança que um homem?
Ou porque será que duas mulheres são mais senciveis que dois homens para criarem uma criança e dois homens não o são?
Porque será?
E aí vem outravés a certeza de que ainda não sabemos lidar com as diferenças entre as igualdades.
Será o mesmo que dizer que um branco não deve casar com um negro ou vice - versa, ou que um homem mais novo e uma mulher mais velha não podem casar, pois ele concerteza estaria sendo um chulo vivendo de algum interesse, então devemos aplicar o mesmo quando uma mulher mais nova casa com um homem mais velho, não acham?
Pois é, tantas e tantas questões se podem colocar contra esse maldito preconceito abominável que o melhor seria acabar com a raça humana, não acham?, assim as imperfeições acabariam de uma vez por todas e apenas os seres supostamente irracionais viveriam, pois eles são na certeza mais racionais que nós, não matam pelo prazer, mas porque têm fome, não roubam por prazer, não são infiéis por prazer, mas porque é sua natureza e isto em alguns, pois existem muitos que nem isso o são, ou até mesmo a homosexualidade é algo natural entre eles, então a harmonia existe no reino dos supostamente irracionais.
Eles nem fazem nada para se extinguirem, coisa que nós supostamente racionais fazemos a largos passos, não só a eles mas a nós mesmos, destruindo um mundo tão lindo e maravilhoso como este em que vivemos.
Que tal aprendermos com eles?, tenho a certeza que nos tornaria-mos melhores.
Bem aqui me fico, embora com muito, mas mesmo muito ainda por falar, mas como tenho sempre tempo para lutar, amar, ser feliz e grato por ser como sou e por tudo que existe à minha volta, com tanto ainda para aprender, terei sempre tempo para voltar a falar seja do que for e quando for.
Beijos de luz feitos amor em vossos corações.



Álvaro Gonçalves

19 comentários:

Je Vois la Vie en Vert disse...

Querido Álvaro,

Já assumiste completamente a tua maneira de estar na vida, foi pouco a pouco desde o Horizonte, agora, não liga aos comentários impróprios dos outros !

Há opiniões e opiniões.

E este homem que trata os homosexuais de doentes se calhar engana a mulher à torto e à direito e acha isto normal !
Não estará ele doente ?

Estas a ver, eu já estou a julgar também, e EU NÃO DEVIA ! Isto é próprio do Homem. A crítica está inerente à nós ! Eu atê devia apagar estas 2 frases que não me ficam bem mas não vou fazê-lo para te provar que NINGUÉM É PERFEITO !

Vamos tentar amar e respeitar os outros e a Deus, para quem tem fé, viver e ser felizes ! É isto que importa na vida !

Beijinhos verdinhos !

Marta disse...

Olá, Álvaro - na vida, não há certezas de nada...
Como diz la Vie en Vert, vamos tentar amar e respeitar os outros...
Obrigada pelo abraço - hoje precisava mesmo de um...Como é que adivinhaste???
Beijos e abraços
Marta

nasgavetas disse...

O mundo está cheio destes estranhos seres que se consideram detentores do saber. O que podemos fazer?
Que permaneçam iluminados com tanta hipocrisia!

Bj

Lost

Isabel-F. disse...

Oi Alvaro ...


pois é ... conheces a minha posição ... pois referi-a há dias num comentário ... em relação à adopção ... pois acho isso mesmo ... os homens não têm jeitinho nenhum para crianças ...rsss....

mas fui sincera não fui? ... e olha ... acho isso em relação a qualquer homem ... independentemente da sua orientação sexual ... será que por isso sou preconceituosa?

beijinhos para ti

cõllybry disse...

Doente é quem assim pensa,a tendencia que em registo vem de muitas vidas passadas não desaparece assim com um estar de dedos...o amor não reconhece restrições...até porque nascemos d formas diferentes, falo do autentico que se nota bem , não de moda que hoje muito se vè, então confundem,o que lamento...

O importante mesmo é amar

Que esse amor inunde teu coração, terno amigo...

Beijito doce

Salomé disse...

Querido, o preconceito infelismente anda por aí tal como o dizes, e infelismente nos dias de hoje, em pleno sec.: XXI já deveriamos ter aprendido que amar é simplesmente amar, seja de que maneira, o que realmente interessa é amar.
Quanto a filhos, sabes bem a minha posição,acho que ambos os sexos têm não só os mesmos direitos bem como também já se vê homens muito melhores que mulheres (e contra mim falo, pois sou mulher). Mas infelismente é o que se vê as pessoas continuam com aquela mentalidade da idade da pedra, que fazer?, Educa-las com a simples maneira de as ignorar no que dizem ou falam e como te conheço bem isso é o que fazes, muito embora saiba que tudo que seja preconceito mecha contigo, seja de sexos, seja de cor, seja que o homem ou a mulher é melhor ou pior. Conhecendo-te tão bem como te conheço, rss.... és bem capaz de fazer tudo o que achas certo e não o que os outros acham, afinal sempre te conheci assim, e já lá vão uns bons anos, lololol
Te amooooo amigo e força, continua sendo tal como és que chegarás longe e terás sucesso em tudo que faças.
Beijooooooooooooooooooooos desta tua amiga,

Salô

Daniel Aladiah disse...

Caro Álvaro
Sem mas... acho que os homossexuais devem ter os mesmos direitos dos heterossexuais, e está tudo dito!
Abraço
Daniel

Marlene Maravilha disse...

A vida é uma selva de pedra e por isso mesmo, vamos continuar vendo estes julgamentos diferentes entre si, sempre. Nao te aborrecas meu querido, nao vale a pena. Sejas somente feliz e deixa os outros se esconderem dentro de si próprios. Sim, porque estes comentários as vezes trazem algo escondido dentro de si mesmo, que nao conseguem ultrapassar a barreira dos julgamentos. Entendes?? muitas vezes as pessoas sao diferentes do que pensam e nao tem coragem para se mostrarem ao mundo como sao na realidade. Estes sim, por mim, sao considerados doentes.
Eu te amo! e acho válido este teu comentário.
Que tenhas um lindo dia.
beijos e Deus te abencoe muitooooo!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Querido Anjo Álvaro

Doentes são esses que se disfarçam atrás das máscaras que assumiram ao longo dos anos, mantendo casamentos de aparência – enquanto na rua tem outras mulheres...são os falsos moralistas.
Sabes bem a minha opinião, somos todos filhos do mesmo Deus e se Ele ampara a todos os seus filhos, quem somos nós para desfazer de alguém...assim eu penso.
Estou ao teu lado sempre sabes disso e sabes bem o quanto te respeito e amo ser tua amiga .

Pérolas incandescentes de carinho amigo entrego em tuas mãos.

Eärwen

Menina do Rio disse...

Não vou justificar minha ausência, mesmo pq não caberia.
Adoraria ter estado por aqui, mesmo pq meu blog fez dois anos e eu nem estava aqui pra comemorar.
Quero apenas deixar meu pedido de desculpas, agradecer pelas visitas, pelo carinho, por tantos comentários e pela preocupação.
Mesmo que eu quisesse e me desdobrasse, não daria para fazer isso individualmente e terá que ser aos poucos.
Hoje quero apenas deixar um beijo e dizer que vou lendo-vos na medida do possivel.
Mil desculpas.
Estou de volta!
Um beijo imenso!

Marlene Maravilha disse...

Passei para dizer que te amo e espero que tenhas uma linda semana, cheia de paz, alegria e amor!
beijo enorme!!

Isabel-F. disse...

Querido Álvaro,

Boa noite ...


amanhã terei um tema bem polémico no meu blog (o post irá sairá à 01h00) ... gostaria muito da tua participação ... e pfvr ... não consideres isto um desafio, ou muito menos uma afronta ...

beijinhos com a aminha amizade, carinho e TODO o respeito.

Fátima disse...

Querido Álvaro, é de facto muito triste quando estamos na presença de pessoas com mentes tão fechadas… Há pessoas cujas mentes estão tão ocupadas a julgar os outros (e quem tem esse direito?): seja pela orientação sexual, cor da pele, credo, etc… que não conseguem ver o que realmente é importante num ser humano: o carácter e o amor…

Perdoa-me a ausência mas mais uma vez deve-se à falta de tempo. Por esse motivo, resolvi encerrar um ciclo no meu blog. De qualquer forma não vou estar longe, estou aqui no meu outro cantinho: www.boasenergias.com onde és sempre bem vindo!

Beijinhos cheios de boas energias e… até breve! ♥

Isabel-F. disse...

Olá Álvaro,

Bom dia.


Fiquei deveras triste por não me teres conseguido entender ... triste mesmo ...

se quiseres, se achares que vale a pena, podemos continuar a conversa no meu mail

filipe.isabel@gmail.com

bjs para ti, com carinho

Alvaro Gonçalves disse...

Querida Isabel, entender entendi, a questão não está no que é falado mas sim da maneira como é falado, há que saber separar o trigo do joio, e não quase tornar banal ou ridiculo um assunto tão sério como a vida das pessoas, infelismente quem não entendeu o meu comentário foi vc amiga Isabel, mas não tenciono prolongar um assunto que não irá trazer proveito a ninguém, tal como disse aceito plenamente a sua opinião e a de qualquer um, desde k não insulte a intiligencia de nenhum ser humano, e quando falo isto falo também de alguns comentários de algumas pessoas k infelismente deveriam fazer uma introspessão e ver se serão mesmo aquilo que são, e embora não concorde consigo, não recrimino a sua opinião, muito pelo contrário, estamos num suposto estado de liberdade de expressão, graças a Deus, quanto ao resto, o quase banalizar um assunto sério como esse, lamento, mas não posso concordar, até porque iria contra tudo o que sempre defendi e defendo, a igualdade de direitos, seja de mulheres, homens, raças, credos, sexualidades e vontades, agora há que saber aceitar e conviver com as realidades.
Quanto a si, nada tenho contra muito pelo contrário, se a chamo de amiga, não é em vão, é porque mesmo com opiniões divergentes, nada pode ser colocado na frente de uma amizade como a nossa.
Quanto a discutir este assunto por email, obrigado minha querida, mas encerrei o assunto esta madrugada (apenas reabrindo por breves minutos para lhe responder pela ultima vez nesta questão) aquando da minha visita ao seu cantinho e que tenciono sempre voltar tal como o vou fazer e estou também fazendo agora, visto que não ficará só aqui no meu Perfil registado esta minha resposta a si, mas também aqui no seu cantinho que sempre adorei.
Beijos meu anjo, e já vou ver o seu outro artigo, que não o vi pois já se fazia demasiado tarde para mais visitas e leituras, mas aqui vou eu vê-la com o meu maior prazer tal como sempre o faço.

Ana Oliveira disse...

Vim com pressa e pouco vi...mas vou voltar de certeza, porque gostei.

Um abraço

margusta disse...

Meu querido Álvaro,
...venho deixar-te um beijooooooooooooo enorme!!!

Não te esqueci amigo!!!

Alexandre disse...

Um grande abraço e bom Domingo!!!

Isabel disse...

Meu querido
já tivemos oportunidade de "falar" sobre isso e sabes qual é a minha opinião; porém, não quero deixar de te dizer publicamente o quanto te admiro pela tua determinação e coragem.
Sê tu. Pois as tuas mensagens fazem-me tão bem. Vive a vida como deve ser vivida e
AMA MUITO

Beijinho grannnnnnnnnnnnde

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...