domingo, 12 de julho de 2009

Loucos e Santos
Escolho os meus amigos não pela pele nem outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não me interessam os bons de espírito ou os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero respostas, quero o meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Escolho os meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta.
Não quero só o seu ombro ou colo, quero também a sua maior alegria.
Amigo que não ri comigo, não sabe sofrer comigo.
Os meus amigos são todos assim: metade disparate, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade a sua fonte deaprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e metade velhice.
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto e velhos para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois vendo-os loucos e santos, disparatados e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.


Oscar Wilde


E assim escolho meus amigos, meus anjos, meus companheiros de caminhada nesta vida em que o mais certo é quase sempre o incerto.
Foi também assim que me escolheram na certeza do incerto e como diz Óscar Wilde na loucura e santidade, pois só assim podemos encontrar a tal “normalidade”, sendo louco e santo.
Por esse motivo sei que compreenderão este longo período de ausência, pois alguns obstáculos se sobrepõem na minha frente, obstáculos esses que estão sendo ultrapassados aos poucos, mas que necessitam do meu todo para que assim os possa ultrapassar. Mas não me esqueço de nenhum de vós, pois amigos não se esquecem de seus amigos por muita turbulência que haja em suas vidas, mas por vezes há que fazer pausas para reflectir e tentar saber os porquês, e embora já tenha encontrado alguns dos porquês, pois os outros são meras loucuras sem porquês, preciso de algum tempo para agora digerir e reencaminhar toda a minha energia.
Até lá aproveito este período para vos desejar umas boas e maravilhosas férias cheias de paz, alegria e muita saúde.
Beijos em vossos corações

Alvaro Gonçalves

4 comentários:

Je Vois la Vie en Vert disse...

Caro amigo Álvaro,

Que bom teres voltado !

Será que tenho as características para ser a tua amiga ? Acho que já me disseste que eu era a tua amiga, não foi ?

Desejo-te também umas óptimas férias !

Sou a primeira a postar :-)


beijinhos da

Verdinha

Menina do Rio disse...

Alvaro, depois deste texto do Wide, nem precisavas justificar tua ausência. O texto encaixa-se perfeitamente dentro daquilo que se supõe como imprescidivel na vida.

" Amigo que não ri comigo, não sabe sofrer comigo.
Os meus amigos são todos assim: metade disparate, metade seriedade".

Um beijo bem grande de amizade

Marlene Maravilha disse...

Meu doce amigo!
Tens todo o tempo do mundo para sobrepujar os obstáculos e aproveitar da pausa para refletir.
Estou aqui a tua espera!!!!sempre! Isto porque sou tua amiga!
Belíssimo texto!
Deus te abencoe!
beijo grande!! Saudades!

Marlene Maravilha disse...

Querido,
Eu estou com muitas saudades, caramba!
Como estás?? Estou a tua espera mesmo sem falarmos, sempre!
Eu te amo!
beijos querido amigo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...